Produção de textos com crianças na educação infantil

Cláudia Maria Mendes Gontijo, Margarete Sacht Göes

Resumo


Este artigo discute como crianças de 4 anos de idade, matriculadas em uma instituição educativa infantil pública, ao serem incentivadas a escrever, produzem textos, utilizando desenhos e escrita para dialogar com os destinatários imaginários, personagens de uma história infantil. Adota, em termos metodológicos, a abordagem sócio-histórica, em que o diálogo com as crianças é a principal fonte de conhecimento. Para a análise dos dados produzidos, toma por base os pressupostos teóricos de Mikhail Bakhtin, a partir da perspectiva enunciativo-discursiva, cuja concepção de linguagem ajuda a compreender o desenho e a escrita em sua dimensão discursiva. Por defender a importância do destinatário na produção textual e por entender que esta se constitui na interlocução com o outro, analisa produções das crianças para interlocutores imaginários. Conclui que a produção de textos possibilita a enunciação das crianças por meio de diferentes linguagens.


Palavras-chave


Educação infantil. Linguagens. Crianças. Produção de textos.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoiévski. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

______. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

______. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAKHTIN, Mikhail; VOLOCHINOV. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2010.

CARRAHER, Terezinha N. Construtivismo e alfabetização: um balanço crítico. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 12, dez. 1990.

FERREIRO, Emília; TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artes Médicas, 1985.

FERREIRO, Emilia. Os processos construtivos da elaboração da escrita. In: FERREIRO, Emília; PALACIO, Margarita Gomez. Os processos de leitura e escrita: novas perspectivas. Porto Alegre: Artes Médicas, p. 102-123, 1987.

GERALDI, João Wanderley. Portos de passagem. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

GOODMAN, Yetta. O desenvolvimento da escrita em crianças muito pequenas. In: FERREIRO, Emília; PALACIO, Margarita G. Os processos de leitura e escrita: novas perspectivas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1987. p. 85-101.

GÓES, Margarete Sachte. As relações entre desenho e escrita no processo de apropriação da linguagem escrita.

Tese (Doutorado – não publicada) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2014.

GONTIJO, Cláudia Maria Mendes. A escrita infantil. São Paulo: Cortez, 2008.

LEITE, Maria Isabel. A criança desenha ou o desenho criança? A ressignificação da expressão plástica de crianças e a discussão crítica do papel da escrita em seus desenhos. In: OSTETTO, Luciana Esmeralda; LEITE, Maria Isabel (Org.). Arte, infância e formação de professores: autoria e transgressão. São Paulo: Papirus, 2006. p. 64-65.

LURIA, Alexander Romanovich. O desenvolvimento da

escrita na criança. In: VIGOTSKI, Lev Semenovich; LURIA, Alexander Romanovich; LEONTIEV, Alekséi Nikoláyevich. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 4. ed. São Paulo: Ícone, 1989. p. 143-189.

SMOLKA, Ana Luiza Bustamante. A criança na fase inicial da escrita: a alfabetização como processo discursivo. 10. ed. São Paulo: Cortez; Campinas, SP: Editora da Universidade Estadual de Campinas, 2001.

TOLCHINSKY, Liliana; LEVIN, Iris. O desenvolvimento da escrita em crianças israelenses pré-escolares. In: FERREIRO, Emília; PALACIO, Margarita G. Os processos de leitura e escrita: novas perspectivas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1987. p.143-158.

VYGOTSKY, Lev Simenovich. A imaginação e a arte na infância. Lisboa: Relógio d’Água, 2001.

______. Obras escogidas. Madrid: Visor, 1996. Tomo III.

______. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2017.2.21812

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS