Relações de controle nas aulas de Didática

Ana Carolina Colacioppo Rodrigues

Resumo


Este estudo dedica-se à análise de relações de controle estabelecidas nas aulas de Didática. Busca compreender mecanismos subjacentes às práticas desenvolvidas em seu ensino, no curso de Pedagogia, revelando aspectos do tipo de formação que vem sendo oferecido aos futuros docentes. Foi selecionada uma instituição privada para a coleta de informações, localizada na cidade de São Paulo. Estas foram coletadas por meio de observação e organizadas contando com cenas as quais foram analisadas com o uso de instrumentos pautados no conceito de enquadramento, de Bernstein. Seus resultados se referem aos indicadores de características das práticas para a formação da consciência profissional docente. Ressalta-se o controle constante do ritmo das atividades dos alunos pelo professor e a baixíssima condição avaliativa durante as aulas quanto aos trabalhos realizados pelos alunos e às explicações docentes.


Palavras-chave


Formação de professores. Didática. Relações de controle.

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, Margarida; MORAIS, Ana Maria; NEVES, Isabel. Contextos de formação de professores: Estudo de características sociológicas específicas. Revista de Educação, Lisboa, v. XI, n. 1, p. 129-146, jan.-jul. 2002.

ALARCÃO, Isabel. A formação do professor reflexivo. In: ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos numa escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2002. p. 43-93.

BARBIER, Jean Marie. A avaliação em formação. Porto: Edições Afrontamento, 1990.

BERNSTEIN, Basil. A estruturação do discurso pedagógico: classe, códigos e controle. Tradução de Tomaz T. da Silva e Luís F. G. Pereira. Petrópolis: Vozes, 1996. Coleção Ciências Sociais da Educação.

BERNSTEIN, Basil. Pedagogía, control simbólico e identidad: teoría, investigación y crítica. Madrid: Morata; La Coruña: Fundación Paideia, 1998. Colección Educación Crítica.

ESCRITORES da liberdade (FreedomWriters, 2007). Direção e Roteiro de Richard LaGravenese, baseado no livro de Erin Gruwell. Distribuidora Paramount Pictures. Alemanha/Estados Unidos: 2007. DVD. Colorido. Legendado. 123 min.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GALIAN, Cláudia Valentina Assumpção. A recontextualização do conhecimento científico: os desafios da constituição do conhecimento escolar. Tese (Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2009.

GIOVANNI, Luciana Maria; MARIN, Alda Junqueira (Orgs.). Professores iniciantes: diferentes necessidades em diferentes contextos. Araraquara: Junqueira & Marin, 2014.

GOMES, Suzana dos Santos. Um olhar sobre as práticas de avaliação na escola. Belo Horizonte: Mazza, 2014.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez, 1995.

MARIN, Alda Junqueira. Didática e Currículo: conceitos, pesquisa e necessidade de avanço. In: IV Colóquio lusobrasileiro sobre questões curriculares/VII Colóquio sobre Questões Curriculares. Anais. Florianópolis, 2008.

MARIN, Alda Junqueira; PENNA, Marieta Gouveia Oliveira; RODRIGUES, Ana Carolina Colacioppo. A Didática e a formação de professores. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 12, n. 35, p. 51-77, jan./abr. 2012.

MORAIS, Ana Maria. Práticas pedagógicas na formação inicial e práticas dos professores. Seminário Modelos e Práticas de Formação Inicial de Professores. Universidade de Lisboa, 2001. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/recentes/mpfip/pdfs/ammorais. pdf. Acesso em: 09 set. 2009.

MORAIS, Ana Maria; NEVES, Isabel Pestana. A teoria de Basil Bernstein: alguns aspectos fundamentais. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 2, n. 2, p. 115-130, jul./dez. 2007.

MORAIS, Ana Maria; NEVES, Isabel Pestana. Textos e contextos educativos que promovem aprendizagem. Optimização de um modelo de prática pedagógica. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 1, n. 22, p. 5-28, jan./jul. 2009.

RIOS, Terezinha Azeredo. Competência e qualidade na docência. In: RIOS, Terezinha Azeredo. Compreender e ensinar: por uma docência de melhor qualidade. São Paulo: Cortez, 2002. p. 63-92.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2016.1.20876

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS