Rastros de leituras: um estudo no acervo de livros do Museu da Escola Catarinense (décadas de 20 a 60 do século XX)

Maria Teresa Santos Cunha

Resumo


Este estudo pretende analisar a presença leitora em livros que compõem o acervo, já catalogado, do Museu da Escola Catarinense, em Florianópolis, Santa Catarina. O trabalho trata de repertoriar o acervo e evidenciar rastros de práticas leitoras caracterizados pelos objetos-relíquia que foram guardados em seu interior; pelas anotações feitas em suas margens; pelas dedicatórias deixadas em suas páginas, usos que sinalizam para uma história cultural da educação pela via dos livros e seus leitores. Conhecer mais sobre os livros escolares abre possibilidades para futuras pesquisas sobre a cultura material escolar em interface com a história cultural da leitura, o que permite apontar temas e significações capazes de contribuir para o conhecimento de uma determinada fração da sociedade escolarizada, no momento em que o Estado fez da leitura um saber escolar e deu à escola a responsabilidade de formar leitores e leitoras.

Palavras-chave


livros escolares; cultura material escolar; museu da escola catarinense; história da leitura

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


ISSN-L: 0101-465X | e-ISSN: 1981-2582


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.