Métodos de ensino na escola portuguesa: a Revista Escolar (1923-1926)

Carlota Boto

Resumo


O presente texto tem por objetivo verificar, a partir de um exemplo tópico, a constituição de uma dada modalidade do debate pedagógico, que toma como eixo organizador a ideia de técnica de ensino. Pensar metodologias para se ensinar requer algum diálogo com a dimensão didática do debate pedagógico. Sob tal hipótese de trabalho, procurou-se efetuar leitura crítica da Revista Escolar, publicada em Portugal nos anos 20 do século passado. O estudo centrou-se especificamente nos volumes compreendidos entre 1923 e 1926. As categorias de análise escolhidas foram: criança, aluno, métodos de ensino e práticas escolares. Com ênfase na organização e classificação dos artigos à luz das supracitadas categorias analíticas, procurou-se obter dados acerca das estratégias mediante as quais o periódico se propunha a efetuar uma pedagogia do professorado. Tratava-se, em certo sentido, de estimular os professores à leitura da revista. Com isso, acreditava-se ensinar a ensinar (CARVALHO, 2001, 2006; BITTENCOURT, 1993).

Palavras-chave


Portugal; educação; ensino; escola; história da educação

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0101-465X | e-ISSN: 1981-2582


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.