Água: uma necessidade ou um desejo? Uma análise dos significados de consumo

Mirela Jeffman dos Santos, Cláudio Hoffmann Sampaio, Marcelo Gattermann Perin

Resumo


Na literatura básica de marketing, em especial nos livros-texto, é bastante comum o emprego dos termos necessidades e desejos na construção do conceito do próprio marketing. Esta constatação revela a relevância destes conceitos para o entendimento da área mercadológica. Neste sentido, o presente estudo vem a contribuir com a literatura no sentido de que investiga as necessidades e desejos associados a um bem imprescindível à sobrevivência humana: a água. Temos por objetivo analisar os hábitos dos consumidores em relação à água engarrafada, avaliando se, na percepção destes, a água associa-se mais fortemente a um significado de necessidade ou de desejo de consumo. Para cumprir com este objetivo, realizamos uma pesquisa qualitativa exploratória com 12 informantes residentes numa grande cidade da Região Sul do Brasil. Por meio da análise de discurso, constatamos que o significado de consumo da água é construído por meio do histórico pessoal, de influências familiares e de mudanças no estilo de vida, o que a aproxima tanto de uma necessidade quanto de um desejo, dependendo dos objetivos de consumo de cada indivíduo.

Palavras-chave


Necessidades. Desejos. Significado de consumo. Água engarrafada.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 1516-2680
e-ISSN:
1980-6302


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS