O Agronegócio Gaúcho na Perspectiva da Vantagem Competitiva Revelada (1996-2006)*

Adayr da Silva Ilha, Rubia Cristina Wegner, Juliana Pavan Dornelles

Resumo


Analisar a especialização e o nível de competitividade do agronegócio do Rio Grande do Sul nos mercados internacionais tomando por base a inserção do Brasil no exterior é o objetivo do presente trabalho. Os instrumentos para consecução do mesmo serão os índices de vantagem comparativa revelada, que permitem ordenar os setores pela magnitude do uso que fazem da dotação de fatores existente. A fonte de dados utilizada foi o sistema AliceWeb disponibilizado pelo Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio sob a especificação de dois dígitos. Consideraram-se todos os produtos da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) que pertencem à cadeia produtiva de uma matéria-prima agropecuária. Os capítulos concernentes são, portanto: 1 a 24; 41; 42; 44; 45; 47; 48 e 50 a 53. Os resultados encontrados corroboram a importância do agronegócio para o dinamismo comercial do estado, sendo os capítulos equivalentes à soja, carne e ao fumo aqueles para os quais há maior especialização.

Palavras-chave


Vantagem comparativa revelada. Agronegócio gaúcho. Especialização.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 1516-2680
e-ISSN:
1980-6302


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS