O origami tripolar, o bonsai econômico e o orçamento familiar

Duilio de Avila Berni, Adelar Fochezatto, Eduardo Grijó

Resumo




Buscando contestar a modelagem tradicional do sistema
econômico, baseada no fluxo circular da renda, fundado nos pólos
das famílias e empresas, o presente artigo sugere que a moldura
associada à matriz de contabilidade social constitui uma referência
mais poderosa. Esta referência direciona-se tanto ao neófito
quanto à discussão profissional sobre a condução da política econômica.
Referindo-se às empresas como produtores e às famílias
como proprietárias dos fatores e absorvedoras da produção, o
modelo sugerido reconhece os tradicionais mercados de bens e
fatores ligando os pólos de produção e absorção. Por contraste ao
modelo tradicional, aqui, acrescenta-se o mercado político para
dar conta do recebimento de renda por parte das instituições, o
que se contrapõe ao fluxo real de remessa de direitos de propriedade
por parte das instituições ao mercado de fatores.

Palavras-chave: Fluxo circular da renda. Neo-estruturalismo. Modelos
multissetoriais.

Abstract


Attempting to challenge the traditional way of modeling
the economic system, which is based on the two dimensional
circular flow of income, this article suggests that the approach
based on the social accounting matrix is a more powerful reference.
This reference is directed both to the beginner and those concerned
with the creation and evaluation of economic policy. Considering
firms as producers and households as factors owners and
absorbers of production, the suggested model recognizes the
traditional goods and factors markets which link the poles of
production and absorption. Contrasting with the traditional model, here the political market is brought into the picture, so that the
receipt of income by institutions is put in opposition to the real
flow of the remittance of property rights by institutions to the
factors market.

Key words: Circular flow of income. Neo-structuralism. Mutissectoral
models.

JEL Classification: A22 – Undergraduate. B41 – Economic
methodology. D57 – Input–output tables and analysis.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 1516-2680
e-ISSN:
1980-6302


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS