Gestão estratégica de pessoas e balanced scorecard em organizações públicas

Sandro Trescastro Bergue

Resumo




Este artigo aborda a relevância do planejamento estratégico
na administração pública, destacando a importância da dimensão
humana do aparelho administrativo concebida nessa perspectiva.
Evidencia-se as potencialidades do uso do balanced
scorecard como ferramenta de gerenciamento estratégico, assinalando
a necessidade de adaptação das perspectivas inerentes ao
modelo original à realidade do setor público estatal. São perspectivas
estratégicas destacadas: usuários e contribuintes; estrutura;
processos; e pessoas, com especial ênfase sobre esta útima. Nesse
contexto, destacam-se as deficiências das políticas e práticas
de pessoal vigentes, sinalizando-se para a possibilidade de introduzir
mudanças conceituais e culturais com sensíveis reflexos no
desempenho gerencial das organizações pública.

Palavras-chave: Administração publica. Recursos humanos. Estratégia.
Balanced scorecard.

Abstract


This paper deals with the relevance of strategic planning
in public administration, specially the importance of the human
element of administrative systems conceived from that point of
view. The potential of balanced scorecard use is emphasized as a
strategic management tool, calling to the attention of the necessity
of adaptation of points of view related to the original model to the
state public reality. This work approaches some strategies such
as users and taxpayers, structure, processes and people with a
special emphasis on the last one. In this context policies and
personal dealings deficiencies are pointed out, stressing the
possibility of both cultural and conceptual changes with noticeable
results in the management performance of public organizations.

Key words: Public Administration. Human resourses. Strategic
planning. Balanced scorecard.

JEL Classification: M1 – Business administration. M12 – Personnel
management. M13 – Entrepreneurship.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 1516-2680
e-ISSN:
1980-6302


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS