Ações de apoio ao compartilhamento do conhecimento em arranjos produtivos locais: reflexões a partir do caso do ABC paulista

Maria Carolina de Azevedo Ferreira de Souza, Maria Augusta Pimentel Miglino, Humberto Filipe de Andrade Januário Bettini

Resumo




Este artigo discute o potencial que o compartilhamento
do conhecimento entre diferentes firmas possui para a criação de
vantagens competitivas coletivas. Apresenta-se um referencial
analítico que destaca os possíveis benefícios obtidos da capacidade
de se compartilhar conhecimento e sublinha-se que o conhecimento
e seu compartilhamento são relevantes no âmbito de
redes de pequenas empresas (PEs), pois tal ação facilita a coordenação
entre os participantes de redes, contribuindo para superar
fragilidade das PEs. Ao adotar a prática do compartilhamento do
conhecimento, PEs em aglomerações geográficas podem se beneficiar
de suas atitudes cooperativas, sem perda da autonomia na
gestão ou no processo de tomada de decisões. Apesar das evidentes
vantagens de tal compartilhamento, há restrições concretas
para a adoção, o que limita o alcance de políticas de estímulo a
esse tipo de arranjo. A ilustração caberá ao caso das PEs da
aglomeração de transformadores plásticos no ABC paulista: o baixo
nível de confiança entre os empresários inibe as de ações de
cooperação.

Palavras-chave: Compartilhamento do conhecimento. Pequenas
empresas. Vantagens competitivas coletivas.

Abstract


In this paper we present theoretical elements that stress
the benefits obtained from the capacity of sharing knowledge. We
discuss the potential of sharing knowledge among different firms,
in order to foster the creation of collective competitive advantages.
We underline that the knowledge is especially important in the
ambit of networks of small firms (SFs) and its sharing contributes
for overcoming the fragility of SFs. If the practice of sharing
knowledge is adopted, SFs in geographic agglomerations can
acquire advantages from co-operative attitudes, though maintaining
their autonomy in management and decision taking. In
order to complement the theoretical framework, we address the
example of SFs from the cluster of plastic converters, in the Region
of ABC in São Paulo, Brazil. Although there are opportunities
for knowledge sharing related to technological and productive
features, local “atmosphere” does not favor the development of
closer relationships among firms and between these ones and
outsiders, mainly due to low reliance among entrepreneurs.

Key words: Knowledge sharing. Small firms. Collective competitive
advantage.

Jel Classification: R11 – Regional economic activity: growth,
development, and changes.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 1516-2680
e-ISSN:
1980-6302


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS