Turismo responsável: transformações das práticas alimentares cotidianas como estratégia de sobrevivência econômica no meio rural

Yolanda Flores e Silva

Resumo


Este artigo é uma síntese de um dos objetivos de uma pesquisa “guarda-chuva” com abordagem qualitativa iniciada em 2002 sobre o agroturismo no município de Santa Rosa de Lima, em Santa Catarina. O objetivo avaliado se refere à temática alimentação com ênfase nas mudanças alimentares ocorridas como estratégia de sobrevivência econômica e as suas repercussões na vida e no cotidiano das famílias de agricultores. Além de apresentar as mudanças no modo de vida das famílias, discute-se as práticas alimentares de caráter cultural que foram recuperadas a partir do advento da agroecologia e do agroturismo. Em relação a este, observou-se que a presença de pessoas de outras culturas na comunidade influenciou progressivamente na vontade da população em: buscar sua história alimentar, considerando os imigrantes que ali chegaram para a ocupação da região; adaptar e até mesmo construir novos hábitos a partir dos novos modelos alimentares apreendidos nas últimas duas décadas; apresentar uma alimentação diferenciada aos visitantes que hoje procuram Santa Rosa de Lima.
Palavras-chave: Turismo rural. Matrizes culturais. Transformações alimentares.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 1516-2680
e-ISSN:
1980-6302


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS