FAUNA EDÁFICA EM SISTEMA DE PLANTIO HOMOGÊNEO, SISTEMA AGROFLORESTAL E EM MATA NATIVA EM DOIS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

Margeli Pereira de Albuquerque, Antonio Maciel Botelho Machado, Aidê de Freitas Machado, Filipe de Carvalho Victoria, Tânia Beatriz Gamboa Araújo Morselli

Resumo


No presente trabalho, analisamos a fauna edáfica e relações dos distintos grupos de organismos em dois diferentes sistemas de cultivo (cultivo homogêneo de Eucalyptus spp, sistema agroflorestal), além de uma área de mata nativa na região, as áreas estão localizadas na Metade Sul do Rio Grande do Sul, nos municípios de Morro Redondo e Pinheiro Machado. A coleta de material ocorreu no período de Abril/2007 a Maio/2007. Para as coletas foram utilizadas a Trampa de Tretzel e Extrator Tullgren. Foram empregados 5 pontos amostrais com espaçamento de 20 m e eqüidistantes seguindo uma única linha ou quadrados, dependendo do relevo. São apresentados o total de organismos em cada ambiente, o grupo faunístico mais freqüente, índice de similaridade e diversidade em cada ambiente. Foi observado o predomínio da ordem Collembola no sistema agroflorestal e Araneae no plantio homogêneo e mata nativa. As diferenças encontradas na diversidade taxonômica e na freqüência de cada táxon nos ambientes de estudo foram estatisticamente significantes.

Palavras-chave


Fauna edáfica, diversidade, sistemas agrícolas

Texto completo:

PDF (English)




L-ISSN: 0104-3455
e-ISSN: 2317-6245

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS