Sobre o comportamento sexual do cavalo-marinho Hippocampus reidi Ginsburg, 1933 (Pisces: Synganthidae) em laboratório

Rosana Beatriz Silveira

Resumo


Muitos esforços têm sido empregados para o entendimento da biologia dos cavalos-marinhos, porém a grande maioria figura como data deficient na IUCN (União Mundial para a Natureza) e como espécies sobreexplotadas no Brasil. Através de observações em laboratório, foram descritos comportamentos sexuais, desde a monogamia com as demonstrações características de dança nupcial e cópula, poligamia, e até interações intra-sexuais com cópula. Observou-se também o desenvolvimento em fêmeas adultas de uma estrutura semelhante aos primórdios da bolsa incubadora do macho. Discute-se a possibilidade de um passado hermafrodita para cavalos-marinhos.

Palavras-chave


cavalo-marinho, Hippocampus reidi, monogamia, poligamia, hermafrodita.

Texto completo:

PDF (English)




L-ISSN: 0104-3455
e-ISSN: 2317-6245

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS