Fauna Parasitológica em Animais Domésticos e Exóticos no município de Mossoró-RN

Silvia Maria Mendes Ahid, Ana Carla Diógenes Suassuna, Kilder Dantas Filgueira

Resumo


Doenças infecciosas e parasitárias continuam segund a Organização Mundial de Saúde, a figurar entre as principais causas de morte, sendo responsáveis por dois a três milhões de óbito humanos por ano, em todo o mundo. Na região Nordeste, situado em uma microrregião salineira do Rio Grande do Norte, está o município de Mossoró, apresentando clima semi-árido, com estações climáticas definidas, uma seca e outra chuvosa, favorecendo o desenvolvimento de parasitismo entre animais. Desse modo, chega ao Laboratório de Parasitologia Animal da Universidade Federal Rural do Semi-Árido material para diagnóstico parasitológico, tanto de animais domésticos como de exóticos de interesse no agronegócio regional. Nesse propósito, foi realizada avaliação dos dados referentes à rotina de 02/2002 à 05/2004, cujas técnicas de diagnóstico seguiu às características da solicitação. Registrou-se 73% dos exames procedentes de cães, 10% de gatos, 8,5% de eqüídeos e 8% de animais exóticos. A positividade encontrada foi: em cães, 14% para Demodex canis, 5% Sarcoptes scabiei, 1% Psoroptes sp, 39% Ancylostoma sp, 16% Toxocara canis e 11%: Giardia, Entamoeba, Cystoisospora canis e Dipylidium caninum; em gatos 20% para Notoedres cati, 15% S. scabiei, 5% Demodex sp, 40% Ancylostoma sp e 20% Toxocara cati; em eqüídeos 71% para Strongylus sp e 20% Parascaris equorum; nos animais exóticos foram registrados: ovos da família Strongyloidea, Giardia, Balantidium, Pulex irritans, Riphicephalus microplus, Mallophagos e Amblyomma rotundatum. Observou-se uma biodiversidade de parasitas nos animais domésticos e exóticos que coabitam na região do município de Mossoró, demonstrando que medidas de controle devam ser tomadas.

Palavras-chave


endoparasito, ectoparasito, parasitologia

Texto completo:

PDF (English)




L-ISSN: 0104-3455
e-ISSN: 2317-6245

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS