BESOUROS COPRO-NECRÓFAGOS (COLEOPTERA: SCARABAEIDAE SENSU STRICTO) DO MUNICÍPIO DE BAGÉ, RS (BIOMA CAMPOS SULINOS)

Pedro Giovâni da Silva, Mário André da Rosa Garcia, Mariana Brasil Vidal

Resumo


A família Scarabaeidae s. str. possui muitas espécies importantes para os vários ecossistemas. Para a Região da Campanha do Rio Grande do Sul, que apresenta extensas áreas de campos naturais utilizados principalmente para a prática pecuária, destaca-se a atuação benéfica dos besouros ‘rola-bosta’ como decompositores de massas fecais e inimigos naturais de pragas coprobiontes. Dessa forma, foi realizado um levantamento dos Scarabaeidae de campo natural na Embrapa Pecuária Sul, Bagé, RS, durante dez/2006 e nov/2007. Foram utilizadas oito armadilhas pitfall instaladas em dois transectos e iscadas com massa fecal humana e carcaça de frango. Foram capturados 565 besouros identificados em 17 espécies. Onthophagus hirculus Mannerhein, 1829 (193 indivíduos) e Canthon ornatus bipunctatus Redtenbacher, 1867 (83 indivíduos) foram as espécies mais abundantes. A coprofagia foi o hábito alimentar mais freqüente entre as espécies (sete espécies – 39%). Apenas três espécies foram consideradas copro-necrófagas (Canthidium moestum Harold, 1867, Canthon bispinus (Germar, 1824) e Canthon podagricus Harold, 1868). A maior atividade dos besouros ocorreu durante o verão.

Palavras-chave


Ecologia, Entomologia, Taxonomia dos grupos recentes

Texto completo:

PDF (English)




L-ISSN: 0104-3455
e-ISSN: 2317-6245

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS