Os remanescentes do Partido de Representação Popular na ditadura civil-militar (1965-1979): análise do estado do Rio Grande do Sul

Taiane Fabiele Bringhenti, Giovanna Martelete Amaral, Suliane Silva Cardoso

Resumo


Este artigo pretende investigar parte da elite política que permaneceu atuante durante o período de ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985), a fim de observar como se deu a acomodação dos indivíduos que tiveram suas legendas extintas através do AI-2 em outubro de 1965. Desta forma, o objetivo principal será analisar os dados biográficos e os resultados eleitorais dos remanescentes do Partido de Representação Popular (PRP) que foram eleitos ou suplentes ao cargo de deputado estadual no estado do Rio Grande do Sul, nas legislaturas de 1966, 1970, 1974 e 1978. A abordagem metodológica será a quantitativa, com análise descritiva dos achados, mensurando sete variáveis (legislatura, filiação partidária - Arena e MDB -, total de cadeiras ocupadas pelos ex-PRP, total de votos recebidos pelos eleitos/suplentes, cidade natal, origem sócio-ocupacional e formação). Como resultado, observa-se que os remanescentes do PRP se filiaram em sua maioria na Arena, com uma projeção reduzida em comparação com o período de existência do partido, não sendo, a Assembleia legislativa do RS, um espaço profícuo para os remanescentes do PRP.


Palavras-chave


Partido de Representação Popular; Bipartidarismo; Rio Grande do Sul; Ex-PRP; Arena

Texto completo:

PDF

Referências


AS ELEIÇÕES no Rio Grande. Edição 197, Porto Alegre: Síntese, 1994.

Assembléia Legislativa - Estado do Rio Grande do Sul. Memorial do Legislativo do Rio Grande do Sul. Quadro de Legislaturas. Disponível em: . Acesso em: 20, Ago. 2018.

BERG, Oscar; BRINGHENTI, Taiane; CARDOSO, Suliane. Entre Arena e MDB: análise das trajetórias dos remanescentes do Partido Libertador frente à ruptura democrática de 1964. Revista Paraná eleitoral, Curitiba, v. 4, n. 3, p.473-496, 2015.

BRINGHENTI, Taiane. Os Ex-libertadores no contexto bipartidário: Arena ou MDB. Análise a partir do estado do Rio Grande do Sul. 9º Congresso Latinoamericano de Ciência Política - ALACIP, Montevideo, 2017, Anais do congresso, Montevideo, 2017. Disponivel em : < http://www.congresoalacip2017.org/arquivo/downloadpublic2?q=YToyOntzOjY6InBhcmFtcyI7czozNToiYToxOntzOjEwOiJJRF9BUlFVSVZPIjtzOjQ6IjE5MzQiO30iO3M6MToiaCI7czozMjoiZjcxMTllZjhjMDA3ZjZkNmFlZWE5ZWMxMjNiYmFjMGMiO30%3D> acesso em : 05 de novembro de 2018.

CALIL, Gilberto Grassi. O Integralismo no Pós-Guerra: a formação do PRP (1945-1950). Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

_________. O Integralismo no processo político brasileiro - o PRP entre 1945 e 1965: Cães de Guarda da Ordem Burguesa. 2005. 819 f. Tese (Doutorado em História) - Programa Interinstitucional de Pós-Graduação em História UFF/UNIOESTE, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2005.

_________. Integralismo e Hegemonia burguesa: a intervenção do PRP na política brasileira (1945-1965). Cascavel: Edunioeste, 2010.

_________. Partido de Representação Popular: estrutura interna e inserção eleitoral (1945-1965). Rev. Bras. Ciênc. Polít. Brasília, n. 5, p. 351-382, Jul 2011. Disponível em: . Acesso em: 27 de Setembro de 2018.

CARDOSO, Claudia do Socorro. Integralismo no processo político gaúcho: Partido de Representação Popular. Selbach e autores associados, Jaguarão, 2014.

_________. Processos eleitorais no Rio Grande do Sul: O PRP e a construção das alianças políticas de 1958-162. Edipucrs, Porto Alegre, 2015.

CARNEIRO, Márcia Regina da Silva Ramos. Do Sigma ao Sigma : entre a anta, a águia, o leão e o galo - a construção de memórias integralistas. 2007. 415 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2007.

CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DE HISTORIA CONTEMPORANEA DO BRASIL (CPDOC). Dicionário Histórico - Biográfico Brasileiro. Base de dados integrada do Acervo do CPDOC. Disponível em: . Acesso em: 20 de agosto de 2018.

_________. Ação Democrática Parlamentar (ADP). Verbetes. Disponível em : http://www.fgv.br/CPDOC/BUSCA/dicionarios/verbete-tematico/acao-democratica-parlamentar-adp. Acesso em 15 de agosto de 2018.

CORTÉS, Carlos. Política gaúcha (1930-1964). Porto alegre: Edipucrs, 2007.

FLACH, Ângela. “Os vanguardeiros do anticomunismo”: o PRP e os perrepistas no Rio Grande do Sul (1961-1966). Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.

GRANZOW, Klaus. Os pomerados sob o cruzeiro do Sul: colonos alemães no Brasil. Arquivo Público do estado do Espírito Santo, Vitória, 2009.

GRINBERG, Lucia. Partido político ou bode expiatório? Um estudo sobre a Aliança Renovadora Nacional. Rio de Janeiro: Mauad, 2009.

KINZO, Maria D’Alva. Oposição e autoritarismo: gênese e trajetória do MDB, 1966-1979. São Paulo: Vértice, 1988.

_________. Representação política e sistema eleitoral no Brasil. São Paulo: Símbolo, 1980.

MARCHAND, Jussara. Antonio Mesquita: “O prédio velho me recebeu quando eu ainda era moço”. Agência de notícias ALRS, Porto Alegre, 21, dez, 2007. Disponível em: . Acesso em: 22 de agosto de 2018.

MIGUEL, Luis Felipe. Capital político e carreira eleitoral : algumas variáveis na eleição para o Congresso brasileiro. Rev. Sociol. Polít., Curitiba, 20, p. 115-134, jun. 2003.

PALESTRA feita em comemoração aos 40 anos da fundação do Museu Antropológico Diretor Pestana, Maio de 2001. Disponível em : AIB/PRP-DELFOS-PUCRS. Diversos. Neo-Integralismo. Arquivo pessoal Alberto Hoffmann. Acesso em : 03 de março de 2018.

RODRIGUES, Leôncio. Mudanças na classe política brasileira. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2009.

ROLLENBERG, Denise; QUADRAT, Samantha Viz. A construção social dos regimes autoritários. São Paulo: Civilização brasileira, 2010.

SÁ MOTTA, Rodrigo Patto. A formação do MDB e a influência do quadro partidário anterior. Revista de Sociologia e Política, [S.l.], n. 06-07, p. 201-212, dez. 1996. ISSN 1678-9873. Disponível em: . Acesso em: 27 de setembro de 2018.

SOARES, Debora; ÉRPEN, Juliana (org). O Parlamento Gaúcho: da Província de São Pedro ao Século XXI. Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

SOUZA, Tiago Nogueira. Ação democrática parlamentar: anticomunismo e democracia no debate político brasileiro (1961-1965). In.: XVI ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH-RIO: SABERES E PRÁTICAS CIENTÍFICAS, 2014, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro, 2014.

Tribunal Eleitoral Regional do Rio Grande do Sul. Eleições Municipais anteriores a 1990. Porto Alegre. Disponível em: . Acesso em 20 de agosto de 2018.

TRINDADE, Hélgio. Integralismo: o fascismo brasileiro na década de 30. São Paulo: Difusão Européia do Livro; Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1974.

_________. A tentação fascista no Brasil: Imaginário de dirigente e militantes integralistas. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016.

VICTOR, Rogério Lustosa. O Integralismo nas Águas do Lete: História, Memória e Esquecimento. 2004. 116 f. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação do Departamento de História, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/2178-5694.2018.2.32082

e-ISSN: 2178-5694

 

Conversas & Controvérsias


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS