Familles et relations entre les générations: Autonomisation et lien social

Daniel Reguer

Resumo


O discurso das políticas públicas e de muitos atores do campo do envelhecimento valoriza as atividades intergeracionais. Este objetivo parece menos tido em conta pelos idosos e muito pouco pelos mais jovens. Com base numa pesquisa qualitativa e em três pesquisas quantitativas, mostramos que intra ou intergeracional, familiar, amical ou de vizinhança, o que importa parece ser a relação, o medo da solidão. O termo “intergeracional” aparece como a construção de uma categoria administrativa usada como instrumento de comunicação.

Palavras-chave


campo do envelhecimento; relações intergeracionais; políticas públicas

Texto completo:

PDF(IN FRENCH) (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2011.1.9195

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs