El uso de minas terrestres en Chile: hacia una teoría de la frontera militar

Dana Holahan

Resumo


O presente trabalho aborda a questão das fronteiras militares a partir do estudo do caso chileno em que o problema da demarcação de fronteiras resolveu-se ao longo do tempo por meio do uso de minas terrestres. Pretende-se mostrar os problemas relacionados com a teoria das fronteiras realizando uma incursão nos seus aspectos geográficos, políticos e diplomáticos. Objetiva-se, com isso, trazer a tona a questão de fronteira militar como um conceito cujo recurso tem sido inadequado, uma vez que se mostra incapaz de solucionar os problemas atuais, bem como dar conta das reais e atuais necessidades dos atores das relações internacionais, além de mostrar as necessidades prementes do desarmamento de minas terrestres. Palavras-chave: Fronteiras Militares; Minas terrestres; Desarmamento; Fronteiras políticas e geográficas; Chile

Texto completo:

PDF(IN SPANISH) (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2005.2.7

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs