Integração policial em Minas Gerais: Desafios da governança da política de segurança pública

Luís Flávio Sapori, Scheilla Cardoso P. de Andrade

Resumo


Este artigo tem o propósito de analisar a política de integração das polícias militar e civil implementada em Minas Gerais entre 2003 e 2006, no primeiro governo Aécio Neves. Além da especificação das diretrizes e projetos da política de integração, procurou-se abordar o fenômeno sob a perspectiva do conceito de governança. Argumenta-se que houve uma singularidade na condução dessa política pública, caracterizada pela participação intensiva e conflituosa das organizações policiais tanto no processo de formulação quanto na implementação. Se por um lado, a perspectiva de governança que balizou a política dotou o processo de elevado grau de morosidade, por outro lado, dotou-o de elevados níveis de legitimidade, e, consequentemente, de institucionalização.

Palavras-chave


Polícia; Segurança pública; Integração das polícias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2008.3.4868

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs