Frágeis e perigosos: a repercussão internacional da violência contra estrangeiros durante o golpe de 1973 no Chile

Teresa Cristina Schneider Marques

Resumo


A negação de diversos direitos relativos à cidadania faz com que o migrante internacional esteja mais vulnerável à violência, sobretudo quando esta parte do estado. Entretanto, o caso dos estrangeiros atingidos pela violência do golpe militar chileno de 1973 demonstrou que, com a globalização, estes podem se tornar um importante canal de denúncia ao serem projetados na esfera transnacional. O presente artigo, a partir da análise da documentação diplomática disponível para a pesquisa e de entrevistas, tem como objetivo compreender de que forma essa projeção pode representar uma ameaça à soberania estatal. Argumenta-se que o golpe de 1973 é um momento emblemático no processo de fortalecimento da agenda de Direitos Humanos e da participação da sociedade no cenário internacional.

Palavras-chave


Migrantes internacionais. Chile. Violência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2013.1.13327

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs