O atual campo afro-religioso gaúcho

Ari Pedro Oro

Resumo


O artigo versa sobre o atual campo afro-religioso do Rio Grande do Sul, com destaque para as principais expressões religiosas que o compõem e os números estatísticos que se dispõe sobre ele. A análise se concentra em dois pontos: a) na grande importância que vem assumindo, nas últimas décadas, a Linha Cruzada, ou Quimbanda, neste Estado, e seus efeitos sobre o próprio campo afro-religioso; e, b) na forte incidência observada neste Estado de pertencimento a este campo religioso, fato constatado nos dois últimos censos do IBGE, e que apontam o Rio Grande do Sul como o estado mais afro-religioso do país.

Palavras-chave


batuque; Linha Cruzada; Umbanda; Rio Grande do Sul

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2012.3.13015

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs