Livre Mercado

Lúcia Helena Alves Müller

Resumo


Este artigo é resultado de uma etnografia que foi realizada junto ao mercado de ações brasileiro. Através da análise do funcionamento do pregão da bolsa de valores de São Paulo, das diferentes instituições financeiras que conformam este mercado e das trajetórias dos profissionais nesse universo, busco demonstrar como são produzidas as condições sociais para a existência de um espaço de trocas que tem como princípio ordenador e legitimador o modelo teórico do mercado perfeito, formulado pela escola econômica neoclássica Palavras-chave: Organizações; antropologia econômica; lógicas culturais; mercados financeiros, bolsa de valores.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2003.2.122

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs