De Marias e Luizes: experiências devocionais e de gênero numa festa mariana

Eloísa Martín

Resumo


O presente artigo parte de uma pesquisa levada a cabo entre 1998 e 2000 na festa da Virgem de Itatí em Corrientes (Argentina). A partir de dois casos, proponho analisar a maneira pela qual as experiências religiosas e de gênero relacionam-se e se constituem mutuamente a través de certas práticas devocionais. Tais práticas, transmitidas e reproduzidas por meio de laços familiares também marcadas por diferenciais de gênero, se processam em termos de um compromisso com a Virgem, mas também com as tradições locais e com os próprios laços de parentesco. Assim, através de certas práticas de devoção, veremos como se aprende a ser, ao mesmo tempo e desde o início, mulher e devota, homem e devoto. Palavras-chave: Gênero; Catolicismo; Devoção; Argentina

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2003.1.117

Direitos autorais 2016 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs