Aspectos morfológicos e histológicos do estômago de Acestrorhynchus pantaneiro (Menezes, 1992) (Teleostei, Acestrorhynchidae) na bacia do rio Uruguai médio

Diogo F. Bicca, Enrique Querol, Maria del Carmen Braccini

Resumo


Acestrorhynchus pantaneiro é uma espécie nativa da fauna do Rio Uruguai. A morfologia do estômago reflete o hábito carnívoro. O órgão é do tipo cecal, possui o formato de Y, podendo ser evidenciadas três regiões a partir do esôfago: a cárdica, seguida da cecal, e a pilórica, já em contato com o intestino. No estômago ocorrem dobras longitudinais em toda sua extensão, de portes variados e apresentando ramificações, sendo que na região cecal estas podem ocorrer em sentido transversal. Microscopicamente, a mucosa do estômago é revestida por um epitélio simples cilíndrico secretor de muco, seguido da lâmina própria, onde se observam as glândulas gástricas, que diferem na quantidade, dependendo da região do estômago. Na submucosa predominam as fibras, células conjuntivas e vasos sanguíneos, estes de calibres variados. A túnica muscular consiste em músculo liso, dividindo-se em duas camadas: a primeira mais interna e desenvolvida no sentido circular, seguida de uma longitudinal mais externa ao órgão. Revestindo o órgão externamente, encontra-se uma serosa típica, com vasos sanguíneos e nervos.
Palavras-chave: Acestrorhynchus pantaneiro, trato digestivo, estômago, Rio Uruguai.

Texto completo:

PDF




L-ISSN: 1679-5946
e-ISSN: 1679-6179

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. *Disponibilidade para depósito: Azul.

Copyright: © 2006-2020 EDIPUCRS