O sangue e a fé: escrita e identidade de franciscanos nascidos em espaços coloniais ibéricos (Lima e Índia Portuguesa, século XVII)

Patricia Souza de Faria

Resumo


Analisam-se os escritos seiscentistas dos franciscanos Buenaventura Salinas Y Córdova (nascido em Lima) e de Miguel da Purificação (natural da Índia Portuguesa), redigidos em defesa de descendentes de espanhóis e portugueses nascidos no ultramar, com base na suposta nobreza de seus ancestrais, na lealdade à Coroa e ao catolicismo. Demonstra-se a semelhança de seus argumentos e as apropriações, na América e na Índia Portuguesa, dos sentidos de pureza de sangue desenvolvidos na Península Ibérica.

Palavras-chave


Franciscanos, Clero nativo, Impérios ibéricos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2011.1.8327



ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.