Aspectos da religiosidade popular na cultura marítima no Atlântico, séculos XVI ao XIX

Jaime Rodrigues

Resumo


O mundo do trabalho marítimo entre os séculos XVI e XIX foi marcado pela circulação espacial de grande número de pessoas. O longo afastamento da comunidade de origem e das instituições ali existentes teve implicações na construção de uma cultura marítima no Atlântico. Aqui serão analisados aspectos relacionados à religiosidade expressada a bordo e no âmbito das viagens de longo curso, onde destacaremos aspectos como, as cerimônias a bordo, a questão da devoção mariana e aos santos católicos e, um breve estudo de desvios e heterodoxias de marinheiros processados pelo Santo Ofício português.


Palavras-chave


História marítima. História atlântica. Cultura marítima.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Carlos Moreira (dir.). História religiosa de Portugal. Cais de Mem Martins: Círculo de Leitores, 2000.

BARRÉ, Nicolas. Cartas por N. D. de Villegagnon e textos correlatos por Nicolas Barré & Jean Crispin. In: MOREIRA NETO, Carlos de Araujo (coord.). Coleção Franceses no Brasil: séculos XVI e XVII. Rio de Janeiro: Fundação Darcy Ribeiro: Batel, 2009. v. 1. p. 110-160.

CALAINHO, Daniela Buono. Agentes da fé: familiares da Inquisição portuguesa no Brasil colonial. Bauru: Edusc, 2006.

CODIGO Philippino, ou Ordenações e leis do Reino de Portugal: recopiladas por mandado d'El-Rey D. Philippe I. Rio de Janeiro: Typ. do Instituto Philomathico, 1870.

COLTON, Walter. Deck and Port, Or Incidents of a Cruise in the United States Frigate Congress to California, with Sketches of Rio de Janeiro, Valparaiso, Lima, Honolulu, and San Francisco. Nova York: A. S. Barnes & Burr, 1860.

CORREIA, Jorge. Mazagão: a última praça portuguesa no norte de África. Revista de História da Arte, Porto, v. 4, p. 184-211, 2007.

D’ABEVILLE, Claude. História da missão dos padres capuchinhos na ilha do Maranhão. Belo Horizonte: Itatiaia; Edusp, 1975.

DELUMEAU, Jean. História do medo no Ocidente, 1300-1800: uma cidade sitiada. São Paulo: Cia. das Letras, 2009.

DIAS, Geraldo J. A. Coelho O mar e os portos como catalizadores de religiosidade. In: AMOIM, Inês; POLÓNIA, Amélia e OSSWALD, Helena (coord.). O litoral em perspectiva histórica (sécs. XVI a XVIII): um ponto da situação historiográfica. Porto: Instituto de História Moderna, 2002. p. 275-284.

EWBANK, Thomas. Vida no Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia: Edusp, 1976.

FEITLER, Bruno. Nas malhas da consciência: Igreja e Inquisição no Brasil (Nordeste, 1640-1750). São Paulo: Phoebus: Alameda, 2007.

FREYRE, Gilberto. Interpretação do Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 2001.

GARRALÓN, Marta García. Trabajos y penalidades de la vida a bordo: la gente de mar en los navíos de la Edad Moderna. In: HURTADO, Manuel-Reyes García (ed.). La Armada española en el siglo XVIII: ciencia, hombres y barcos. Madrid: Síliex, 2012. p. 233-260.

https://doi.org/10.15304/ohm.6.501

GRAHAM, Maria. Diário de uma viagem ao Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia; Edusp, 1990.

HAJSTRUP, Peter Hansen. Viagem ao Brasil (1644-1654). Recife: CEPE, 2016.

HILL, Pascoe Grenfell. Fifty Days on Board a Slave-Vessel in the Mozambique Channel, in April and May 1843. Londres: John Murray, 1844.

HUTTER, Lucy Maffei. Navegação nos séculos XVII e XVIII. Rumo: Brasil. São Paulo: Edusp, 2005.

LÉRY, Jean de. Viagem à terra do Brasil. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 1961.

MARQUES, José (intr.). Roteiro da primeira viagem de Vasco da Gama à Índia. Porto: Faculdade de Letras, 1999.

https://doi.org/10.1086/696443

MUÑOZ, Margarita Gil. La vida religiosa de los mareantes: devociones y prácticas. Madrid: Ministerio de Defensa/Instituto de História y Cultura Naval, 2004.

NIEUHOF, Joan. Memorável viagem marítima e terrestre ao Brasil. São Paulo: Martins, 1942.

NORONHA, Antônio José de. Diário dos sucessos da viagem que fez do Reino de Portugal para [a] cidade [de] Goa, Dom António José de Noronha, Bispo de Halicarnasso, principiada aos 21 de abril de 1773. In: RADULET, Carmen M. (ed. e int.). Obras completas de D. António José de Noronha. v. 2. Lisboa: Fundação Oriente, 1995, p. 1-139.

https://doi.org/10.2307/j.ctvvn8w1.31

PERES, Damião (ed.). História Trágico-Marítima. Porto: Portucalense, 1942. 6 v.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Vinte luas: viagem de Paulmier de Gonneville ao Brasil, 1503-1505. 2. ed. São Paulo: Cia. das Letras, 1996.

PUDSEY, Cuthbert. Diário de uma estada no Brasil, 1629-1640. In: PAPAVERO, Nelson; TEIXEIRA, Dante Martins. Brasil holandês. Petrópolis: Index, 2000. v. 3. p. 49-99.

REDIKER, Marcus. Between the Devil and the Deep Blue Sea: Merchant Seamen, Pirates, and the Anglo-American Maritime World (1700-1750). Nova York: Cambridge University Press, 1989.

https://doi.org/10.1086/496467

REGIMENTO Provisional para o serviço e disciplina das esquadras e navios da Armada Real, que por ordem de S. M. deve servir de Regulamento aos comandantes das esquadras e navios da mesma senhora, novamente reimpresso por ordem de S. M. o Imperador. Rio de Janeiro: Tip. Nacional, 1825.

https://doi.org/10.11606/d.3.2012.tde-16072013-170407

RICHSHOFFER, Ambrósio. Diário de um soldado da Companhia das Índias Ocidentais (1629-1632). 2. ed. São Paulo: Ibrasa; Brasília, INL, 1978.

RODRIGUES, Aldair Carlos. Poder eclesiástico e Inquisição no século XVIII luso-brasileiro: agentes, carreiras e mecanismos de promoção social. São Paulo: FFLCH: USP, 2010.

https://doi.org/10.11606/t.8.2012.tde-27092012-114557

RODRIGUES, Jaime. De costa a costa: escravos, marinheiros e intermediários do tráfico negreiro de Angola ao Rio de Janeiro (1780-1860). São Paulo: Cia. das Letras, 2005.

https://doi.org/10.11606/issn.1808-8139.v0i3p155-158

RODRIGUES, Jaime. No mar e em terra: história e cultura de trabalhadores escravos e livres. São Paulo: Alameda, 2016.

https://doi.org/10.23925/1677-1222.2017vol17i1a12

ROTEIRO de Lisboa a Goa. Lisboa: Tip. da Academia Real das Ciências, 1882.

SCHMALKALDEN, Caspar. Diário de viagem. In: FERRÃO, Cristina; SOARES, José Paulo Monteiro (ed.). Brasil holandês: a viagem de Caspar Schmalkalden de Amsterdã para Pernambuco no Brasil. Rio de Janeiro: Indez, 1998. v. 1. p. 15-112.

https://doi.org/10.5962/bhl.title.137771

SCHWARTZ, Stuart B. Cada um na sua lei: tolerância religiosa e salvação no mundo atlântico ibérico. Bauru: Edusc; São Paulo: Cia. das Letras, 2009.

https://doi.org/10.1590/s0104-87752009000200014

SEIDLER, Carl Friedrich Gustav. Dez anos no Brasil: eleições sob Dom Pedro I, dissolução do Legislativo, que redundou no destino das tropas estrangeiras e das colônias alemãs no Brasil [1835]. Brasília: Senado Federal, 2003.

SILVA, Elias Alexandre e. Relação ou notícia particular da infeliz viagem da nau de Sua Majestade Fidelíssima Nossa Senhora da Ajuda e São Pedro de Alcântara, do Rio de Janeiro para a cidade de Lisboa, neste presente ano. Lisboa: Régia Oficina Tipográfica, 1778.

https://doi.org/10.32385/rpmgf.v28i5.10971

SIQUEIRA, Sonia Aparecida. A Inquisição portuguesa e a sociedade colonial. São Paulo: Ática, 1978.

STADEN, Hans. A verdadeira história dos selvagens, nus e ferozes devoradores de homens (1548-1555). Rio de Janeiro: Dantes, 1998.

THOMAS, Keith. Religião e declínio da magia: crenças populares na Inglaterra, séculos XVI e XVII. São Paulo: Cia. das Letras, 1991.

VIDAL, Laurent. Mazagão, a cidade que atravessou o Atlântico: do Marrocos à Amazônia. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

WILSON, Peter Lamborn. Utopias piratas: mouros, hereges e renegados. São Paulo: Conrad, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2019.2.31534

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios - www.publicationethics.org



AVALIAÇÃO QUALIS CAPES - 2016 
ÁREA CAPES - História
CLASSIFICAÇÃO - A2

INDEXADORES E PORTAIS

  • Web of Science - Master Journals List (Clarivate Analytics)
  • SSCI - Social Sciences Citation Index (Clarivate Analytics)
  • AHCI - Arts and Humanities Citation Index (Clarivate Analytics)
  • Scopus (Elsevier)
  • SJR - ScIMAGO Journal & Country Rank (Elsevier)
  • Historical Abstracts with Full Text (EBSCO)
  • Academic Search Premier (EBSCO)
  • Fonte Acadêmica (EBSCO)
  • Fuente Academica (EBSCO)
  • CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades
  • DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
  • REDALYC - Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal
  • Portal CAPES

FATOR DE IMPACTO NO SJR (SCImago Journal & Country Rank)

SCImago Journal & Country Rank

Licença Creative Commons OriginalityCheck®
Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. 
TurnITin
Todos os artigos são submetidos ao software Turnitin, antes de iniciar qualquer tipo de avaliação.
Diadorim  Open Access 
Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul. 
 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS