Imigração e urbanização em Cuba no primeiro terço do século XX

Abel E. Losada Alvarez

Resumo


Neste trabalho estudamos o modo em que a configuração da estrutura sócio-produtiva de Cuba e sua influência sobre os fluxos migratórios desempenharam um papel fundamental no processo de urbanização que teve lugar na ilha no primeiro terço do século XX. Como sabemos, a população de Cuba configurou-se ao longo de sucessivos assentamentos de diferentes raças (brancos, pretos, chineses), cuja chegada se articulou desde inícios do século em consonância com as necessidades de sua evolução econômica, com uma progressiva especialização produtiva, que conduziu a um processo de urbanização, que, por sua vez, consolidou a pequena propriedade rústica dedicada a satisfazer o mercado urbano.


Palavras-chave


Cuba, Imigração, Urbanização

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2000.1.24784

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.