“Ver, Juzgar y Actuar”: um manifesto em prol da “Argentina Católica Conservadora” (1971)

Gizele Zanotto

Resumo


Este artigo analisa aspectos da transição democrática que findou o processo da denominada Revolución Argentina – governo militar vigente entre 1966 e 1973 – na avaliação da Sociedad Argentina de Defensa de la Tradición, Familia y Propiedad (TFP). A associação, criada no país em 1967 e dedicada a luta anticomunista de matriz católica, dedicou-se a esclarecer a opinião pública acerca da realidade argentina de 1971 via divulgação do manifesto Ver, Juzgar y Actuar, na qual expõe seus juízos sobre o contexto amplo do país e meios de ação da necessária luta contrarrevolucionária. Considerando que as transformações do governo do General Lanusse (1971-1973) levariam o país ao comunismo, a TFP clama aos católicos argentinos que se oponham a esse processo via esclarecimento e ação doutrinária eficaz. Pautado em uma cultura política conservadora, a entidade apela para a defesa da ordem, moralidade, progresso “autêntico” e conforme as tradições cristãs como parte de uma luta mais ampla da entidade contra os laivos da modernidade identificados em especial com o progressismo, esquerdismos, liberalismos e imoralidades contemporâneas.

Palavras-chave


Tradição Família e Propriedade (TFP); Manifesto Ver, Juzgar e Actuar; Conservadorismo político; Anticomunismo; Argentina

Texto completo:

PDF

Referências


AMÉZOLA, Gonzalo de. Lanusse o el arte de lo imposible. El lanzamiento del GAN (marzo-mayo de 1971). Cuadernos del CISH, n. 2-3, p. 183 238, 1997.

______. Las vísperas del Gran Acuerdo Nacional. Militares y políticos apuestan al futuro a fines de 1970. Trabajos y Comunicaciones, n. 26 27, p. 249-287, 2000-2001.

BETT, Ianko. A (re)invenção do Comunismo: discurso anticomunista católico nas grandes imprensas brasileira e argentina no contexto dos golpes militares (1964 e 1966). Dissertação (Mestrado em História) – UNISINOS, São Leopoldo, 2010.

DALMAZZO, Gustavo. El tradicionalismo ante la apertura política en la Revolución Argentina. IV Encuentro de Profesores de Historia del Nordeste y IV Jornadas Nacionales de Historia Moderna y Contemporánea, 2004. p. 7.

DÍAZ, María Fernanda. El Gran Acuerdo Nacional en La Nación, 1971 1972. Universidad Nacional de La Plata. s.d. Disponível em: . Acesso em: 16 nov. 2013.

GIRBAL-BLACHA, Noemí; ZARRILLI, Adrián Gustavo; BALSA, Juan Javier. Estado, sociedad y economía en la Argentina (1930-1997). Bernal: Universidad Nacional de Quilmes, 2001.

MALLIMACI, Fortunato. El catolicismo integral en la Argentina (1930-1946). Buenos Aires: Editorial Biblos, 1988.

OLIVEIRA, Plínio Corrêa de. Revolução e Contra-Revolução. São Paulo: Artpress, 1993.

RUDERER, Stephan. Cruzada contra El comunismo. Tradición, Familia y Propiedad (TFP) en Chile y Argentina. Sociedad y Religion, n. 38, p. 79 108, 2012.

SCIRICA, Elena. Grupos laicales tradicionalistas contra los sectores tercermundistas. Una aproximación a sus prácticas y estrategias de difusión. In: FOGELMAN, Patrícia; DE LUCA, Candela (Comp.). Actas electrónicas del Cuarto Simposio Internacional sobre Religiosidad, Cultura y Poder. (IV SIRCP) de GERE. Buenos Aires: GERE, Ed. de la FFyL UBA, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2016.1.21824



ATENÇÃO

Sistema em manutenção

Migração do sistema OJS para a versão 3.0. Durante este período os usuários:

  • Poderão acessar todo o conteúdo já publicado
  • Não poderão efetivar encaminhamentos do fluxo editorial (submissão, avaliação, publicação)

Previsão: 06/07/2020


e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.