Gestão do património cultural: políticas de intervenção no Nordeste do Brasil e Andaluzia

Emilio Luque Azcona, Sílvia Helena Zanirato

Resumo



O texto aborda possibilidades de gestão do patrimônio cultural do Nordeste brasileiro, tomando como referência experiências desenvolvidas na Andaluzia, região sul da Espanha. Para tanto nos detemos nas cidades de Salvador e Recife que abrigam um relevante patrimônio natural, cultural e edificado, e avaliamos até que ponto esses bens podem gerar benefícios para o desenvolvimento sustentável da região.


Palavras-chave


Patrimônio cultural, Reabilitação, Conservação integrada

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1980-864X.2005.2.1343



e-ISSN: 1980-864X | ISSN-L: 0101-4064


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.