Undergraduate and graduate studies programs in Social Work in Brazil / Graduação e pós-graduação em Serviço Social no Brasil

Maria Lúcia Teixeira Garcia, Cristiane Bonfim Fernandez

Resumo


This article examines the expansion of undergraduate and graduate programs in Brazil, characterizing the convergences and divergences between the two educational levels in the last 15 years. This is a document study based on data available on the websites of the Ministry of Education and the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (CAPES). Undergraduate studies in social work are currently offered by 575 institutions, distributed among Brazil's five geographical regions, particularly in the Southeast and South. These institutions are for the most part private and provide both classroom-based and distance learning formats. Graduate studies programs continue to expand at a different pace. They are primarily linked to public institutions, with classroom-based teaching and a higher number of PhD holders among their professors.


Palavras-chave


Social Work; Undergraduate; Graduate.

Texto completo:

.: TRANSLATION :.

Referências


BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo da Educação Superior 2007: Resumo Técnico. Brasília, Inep. 2008. Disponível em: . Acesso em: mar. 2016.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).Censo da Educação Superior 2013: Resumo Técnico. Brasília, Inep, 2008. Disponível em: . Acesso em: mar. 2016.

______. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1996. Disponível em:. Acesso em: mar.2016.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Portaria nº 599, de 17 de dezembro de 2014. Diário Oficial da União, n. 245, quinta-feira, 18 de dezembro de 2014. p.22-57.

______. Ministério da Educação (MEC). Censo da Educação Superior 2013. Brasília/DF, 2014.

CAPES - COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Documento de Área do Serviço Social 2016 [no prelo].

Castro, M.M. História do serviço social na América Latina. São Paulo: Cortez, 1989.

CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS – CGEE. Mestres e doutores 2015: estudos da demografia de base técnico-científica brasileira. Brasília/DF: CGEEE, 2016.

CHAUÍ, Marilena. A universidade pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de Educação, n. 24, set./out./nov./dez. 2003.

FONSECA, Cláudia. Avaliação dos programas de pós-graduação: do ponto de vista de um nativo. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 7, n. 16, p.261-275, dez. 2001.

FÓRUM 21 et al. Austeridade e retrocesso - finanças públicas e política fiscal no Brasil. São Paulo: Fórum, 21; Fundação Friedrich EbertStiftung (FES); GT de Macro da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP); e Plataforma Política Social. 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.

Garcia, M. L. T. A pós-graduação em serviço social no Brasil. Brasília/DF, 2016 [no prelo].

______; Nogueira, V.M.R. Reflexões sobre a pós-graduação em serviço social no Brasil através do perfil dos docentes. Katálysis, Florianópolis, v. 20, n. 2, p.145-154, maio/ago. 2017. Disponível em: .

IAMAMOTO, Marilda Villela. A formação acadêmico-profissional no serviço social brasileiro. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 120, p. 608-639, dez. 2014. Disponível em: . http://dx.doi.org/10.1590/0101-6628.001

https://doi.org/10.1590/0101-6628.001

______; CARVALHO, Raul. Relações sociais e serviço social no Brasil - esboço de uma interpretação histórico-metodológica. São Paulo: Cortez/Celats, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo 2010. Brasília/DF, 2016. Disponível em: .

LIMA, Kátia Regina Souza. Reforma da educação superior do governo Lula e educação a distância: democratização do acesso ou subordinação das instituições de ensino superior à ordem do capital? 27ª Reunião Anual da ANPED. 2004. Disponível em: . Acesso em: jul. 2016.

MARTINELLI, Maria Lúcia. Serviço social: identidade e alienação. 11.ed. São Paulo: Cortez, 1991.

Nicolato, M.A. CAPES. Estrutura e funcionamento do sistema da avaliação da pós-graduação stricto sensu. 2000. Mimeo.

OLIVEIRA, R. P. A transformação da educação em mercadoria no Brasil. Educ. Soc., Campinas, v. 30, n. 108, p.739-760, out. 2009.

Pereira, L.D. Política educacional brasileira e serviço social: do confessionalismo ao empresariamento da formação profissional. Tese (Doutorado em Serviço Social) – RJ, UFRJ, 2007.

______. Mercantilização do ensino superior, educação a distância e serviço social. Katálysis. Florianópolis, v.12, n.2, p.268-277, jul./dez.2009.

______.A expansão dos cursos de serviço social em tempos de contrarreforma do ensino superior brasileiro: impactos na formação profissional em serviço social. Revista de Políticas Públicas, número especial, p.323-331, 2010.

______. Expansão dos cursos de serviço social na modalidade de EAD: direito à educação ou discriminação educacional? Ser Social (UnB), v. 14, p.28-47, 2012.

Predes, R. O serviço social no Brasil. In: FERRIZ, A.F.P.; PATRIOTA, L.M; SILVEIRA, A.S. (Org.). O curso de serviço social da UEPB: elementos para uma análise histórica e teórico-metodológica. Campina Grande, EDUEPB, 2014, p.21-42.

PRESTES, E.M. da T.;SCOCUGLIA, A.C.; JENIZE, E. Democratização do ensino superior brasileiro: o caso da Universidade Federal da Paraíba. Revista Lusófona de Educação, n. 21, p.199-218, 2012.

SANTOS, Cássio M. dos. Tradições e contradições da pós-graduação no Brasil. Educ. Soc. Campinas, v.24, n.83, p.627-641, ago.2003.

SANTOS, Ana Lúcia Felix dos; AZEVEDO, Janete Maria Lins de. A pós-graduação no Brasil, a pesquisa em educação e os estudos sobre a política educacional: os contornos da constituição de um campo acadêmico. Revista Brasileira de Educação, v. 14, n. 42, p. 534-550, set./dez. 2009.

https://doi.org/10.1590/S1413-24782009000300010

SPOSATI, Aldaíza. Pesquisa e produção de conhecimento no campo do serviço social. Katálysis, Florianópolis, v. 10, número especial, p. 15-25, 2007. Disponível em: . http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802007000300002.

https://doi.org/10.1590/S1414-49802007000300002

STUART, P. H. Social work profession: history. In: ______. Encyclopedia of social work. Disponível em: http://socialwork.oxfordre.com/view/10.1093/acrefore/9780199975839.001.0001/acrefore-978 0199975839-e-623?print=pdf

TANEGUTI, L. Y. Relatório técnico contendo estudo sobre a atual relação oferta/demanda de cursos de Graduação no Brasil, como subsídio ao Conselho Nacional de Educação para a formulação de políticas públicas que possibilitem a melhor distribuição da oferta de vagas no ensino superior de graduação. Brasília/DF, 2013. Disponível em: . Acesso em: set. 2016.

TRINDADE, R.L. et al. Ensino superior no Brasil e a expansão dos cursos de serviço social nos anos 2010 e 2013. O Social em Questão, ano XVIII, n. 34, p. 245-258, 2015.

Yazbek, M.C. Fundamentos históricos e teórico-metodológicos do serviço social. In: CFESS ABEPSS - Conselho Federal de Serviço Social e Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Serviço social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2014.

PMCid:PMC4286563

______. Changes in capitalism and challenges to social work: a view from Brazil. Critical and Radical Social Work, v. 2, n. 3, p. 275-285, nov. 2014. Disponível em: .




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2018.2.32901


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS