Graduação e pós-graduação em serviço social no Brasil / Undergraduate and graduate studies programs in social work in Brazil

Maria Lúcia Teixeira Garcia, Cristiane Bonfim Fernandez

Resumo


Este artigo analisa a expansão da graduação e da pós-graduação em Serviço Social no Brasil, caracterizando as convergências e divergências entre os dois níveis de formação nos últimos 15 anos. Trata-se de pesquisa documental com base em dados disponíveis nos sites do Ministério da Educação e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. A graduação em Serviço Social é ofertada, atualmente, por 575 Instituições, distribuídas pelas cinco regiões brasileiras, com concentração no Sudeste e no Sul. Essas Instituições são, em sua maioria, privadas e disponibilizam tanto a modalidade presencial quanto a modalidade a distância. A pós-graduação segue um fluxo de expansão diferente. É vinculada sobretudo às instituições públicas, com oferta de ensino presencial e maior quantitativo de doutores entre seus docentes. 


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo da Educação Superior 2007: Resumo Técnico. Brasília, Inep. 2008. Disponível em: . Acesso em: mar. 2016.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).Censo da Educação Superior 2013: Resumo Técnico. Brasília, Inep, 2008. Disponível em: . Acesso em: mar. 2016.

______. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1996. Disponível em:. Acesso em: mar.2016.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Portaria nº 599, de 17 de dezembro de 2014. Diário Oficial da União, n. 245, quinta-feira, 18 de dezembro de 2014. p.22-57.

______. Ministério da Educação (MEC). Censo da Educação Superior 2013. Brasília/DF, 2014.

CAPES - COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Documento de Área do Serviço Social 2016 [no prelo].

Castro, M.M. História do serviço social na América Latina. São Paulo: Cortez, 1989.

CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS – CGEE. Mestres e doutores 2015: estudos da demografia de base técnico-científica brasileira. Brasília/DF: CGEEE, 2016.

CHAUÍ, Marilena. A universidade pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de Educação, n. 24, set./out./nov./dez. 2003.

FONSECA, Cláudia. Avaliação dos programas de pós-graduação: do ponto de vista de um nativo. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 7, n. 16, p.261-275, dez. 2001.

FÓRUM 21 et al. Austeridade e retrocesso - finanças públicas e política fiscal no Brasil. São Paulo: Fórum, 21; Fundação Friedrich EbertStiftung (FES); GT de Macro da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP); e Plataforma Política Social. 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.

Garcia, M. L. T. A pós-graduação em serviço social no Brasil. Brasília/DF, 2016 [no prelo].

______; Nogueira, V.M.R. Reflexões sobre a pós-graduação em serviço social no Brasil através do perfil dos docentes. Katálysis, Florianópolis, v. 20, n. 2, p.145-154, maio/ago. 2017. Disponível em: .

IAMAMOTO, Marilda Villela. A formação acadêmico-profissional no serviço social brasileiro. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 120, p. 608-639, dez. 2014. Disponível em: . http://dx.doi.org/10.1590/0101-6628.001.

______; CARVALHO, Raul. Relações sociais e serviço social no Brasil - esboço de uma interpretação histórico-metodológica. São Paulo: Cortez/Celats, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo 2010. Brasília/DF, 2016. Disponível em: .

LIMA, Kátia Regina Souza. Reforma da educação superior do governo Lula e educação a distância: democratização do acesso ou subordinação das instituições de ensino superior à ordem do capital? 27ª Reunião Anual da ANPED. 2004. Disponível em: . Acesso em: jul. 2016.

MARTINELLI, Maria Lúcia. Serviço social: identidade e alienação. 11.ed. São Paulo: Cortez, 1991.

Nicolato, M.A. CAPES. Estrutura e funcionamento do sistema da avaliação da pós-graduação stricto sensu. 2000. Mimeo.

OLIVEIRA, R. P. A transformação da educação em mercadoria no Brasil. Educ. Soc., Campinas, v. 30, n. 108, p.739-760, out. 2009.

Pereira, L.D. Política educacional brasileira e serviço social: do confessionalismo ao empresariamento da formação profissional. Tese (Doutorado em Serviço Social) – RJ, UFRJ, 2007.

______. Mercantilização do ensino superior, educação a distância e serviço social. Katálysis. Florianópolis, v.12, n.2, p.268-277, jul./dez.2009.

______.A expansão dos cursos de serviço social em tempos de contrarreforma do ensino superior brasileiro: impactos na formação profissional em serviço social. Revista de Políticas Públicas, número especial, p.323-331, 2010.

______. Expansão dos cursos de serviço social na modalidade de EAD: direito à educação ou discriminação educacional? Ser Social (UnB), v. 14, p.28-47, 2012.

Predes, R. O serviço social no Brasil. In: FERRIZ, A.F.P.; PATRIOTA, L.M; SILVEIRA, A.S. (Org.). O curso de serviço social da UEPB: elementos para uma análise histórica e teórico-metodológica. Campina Grande, EDUEPB, 2014, p.21-42.

PRESTES, E.M. da T.;SCOCUGLIA, A.C.; JENIZE, E. Democratização do ensino superior brasileiro: o caso da Universidade Federal da Paraíba. Revista Lusófona de Educação, n. 21, p.199-218, 2012.

SANTOS, Cássio M. dos. Tradições e contradições da pós-graduação no Brasil. Educ. Soc. Campinas, v.24, n.83, p.627-641, ago.2003.

SANTOS, Ana Lúcia Felix dos; AZEVEDO, Janete Maria Lins de. A pós-graduação no Brasil, a pesquisa em educação e os estudos sobre a política educacional: os contornos da constituição de um campo acadêmico. Revista Brasileira de Educação, v. 14, n. 42, p. 534-550, set./dez. 2009.

https://doi.org/10.1590/S1413-24782009000300010

SPOSATI, Aldaíza. Pesquisa e produção de conhecimento no campo do serviço social. Katálysis, Florianópolis, v. 10, número especial, p. 15-25, 2007. Disponível em: . http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802007000300002.

STUART, P. H. Social work profession: history. In: ______. Encyclopedia of social work. Disponível em: http://socialwork.oxfordre.com/view/10.1093/acrefore/9780199975839.001.0001/acrefore-978 0199975839-e-623?print=pdf

TANEGUTI, L. Y. Relatório técnico contendo estudo sobre a atual relação oferta/demanda de cursos de Graduação no Brasil, como subsídio ao Conselho Nacional de Educação para a formulação de políticas públicas que possibilitem a melhor distribuição da oferta de vagas no ensino superior de graduação. Brasília/DF, 2013. Disponível em: . Acesso em: set. 2016.

TRINDADE, R.L. et al. Ensino superior no Brasil e a expansão dos cursos de serviço social nos anos 2010 e 2013. O Social em Questão, ano XVIII, n. 34, p. 245-258, 2015.

Yazbek, M.C. Fundamentos históricos e teórico-metodológicos do serviço social. In: CFESS ABEPSS - Conselho Federal de Serviço Social e Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Serviço social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2014.

PMCid:PMC4286563

______. Changes in capitalism and challenges to social work: a view from Brazil. Critical and Radical Social Work, v. 2, n. 3, p. 275-285, nov. 2014. Disponível em: .




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2018.2.30253


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS