Repensando a cidadania e a justiça para a pessoa com transtorno mental: olhares a partir das teorias de Marshall e Fraser / Rethinking citizenship and justice for the person with mental disorder: perspectives from the theories by Marshall and Fraser

Sofia Laurentino Barbosa Pereira, Simone de Jesus Guimarães

Resumo


Este artigo tem como objetivo refletir sobre a construção da cidadania e a reparação das injustiças cometidas contra as pessoas com transtorno mental, a partir dos ideais da Reforma Psiquiátrica, da luta antimanicomial e da política nacional de saúde mental, e à luz das análises de T.H. Marshall e Nancy Fraser. Através de uma construção sócio histórica e teórico-crítica, buscou-se um caminho que permitisse o diálogo com teorias que trazem importantes contribuições para o debate da cidadania e da justiça, de forma a se fertilizarem mutuamente, permitindo uma reflexão ampla da temática.


Palavras-chave


Cidadania; Justiça; Reforma Psiquiátrica; Política de Saúde Mental.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARANTE, Paulo. O homem e a serpente: outras histórias para a loucura e a psiquiatria. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1996.

_______. Loucos pela vida: a trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil. 2.ed. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1998.

_______. Teoria e crítica em saúde mental: textos selecionados. 2.ed. São Paulo: Zagadoni, 2017.

BASAGLIA, Franco (Org.) A instituição negada: relato de um hospital psiquiátrico. Tradução Heloisa Jahn. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil. O longo caminho. 3.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

DESVIAT, Manuel. A reforma psiquiátrica. Tradução Vera Ribeiro. 2.ed. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2015. (Coleção Loucura & Civilização)

FRASER, Nancy. Reenquadrando a justiça em um mundo globalizado. Lua Nova, São Paulo: CEPEC, n.77, p.11-39, 2009.

_______. Reconhecimento sem ética? Lua Nova, São Paulo: CEPEC, n.70, p.101-138, 2007.

_______. A justiça social na globalização: redistribuição, reconhecimento e participação. Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 63, p.7-20, out.2002.

FRAZÃO, Iracema da Silva. "Eu acho que a pessoa doente mental pode trabalhar. Eu trabalho e não sou doente mental". O processo de reinserção da pessoa com transtorno mental no mercado de trabalho. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife: 2007.

GOMES, Tathiana M. S. De cidadão e louco... O debate sobre a cidadania do louco a partir do caso do Centro de Atenção Psicossocial. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro: 2006.

LAVALLE, Adrián G. Cidadania, igualdade e diferença. Lua Nova, São Paulo: CEDEC, n.59, p.75-94, 2003.

LIMA, Alex Myller Duarte; GONJITO, Fabiano de Souza. Questão social como problema de justiça: notas fraserianas. In: LIMA, Antonia Jesuíta; FERREIRA, Maria D'Alva M.; VIANA, Masilene M. Políticas públicas e cidadania: temas em debate. Teresina: EDUFPI, 2012, p.217-238.

LIMA, Maria J. Girão. A prática do assistente social na área da saúde mental: uma análise centrada na cidadania dos usuários. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Piauí: Teresina, 2004.

Marshall, T.H. Cidadania e classe social. In: MARSHALL, T.H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967. p.57-114.

PMCid:PMC1748873

MILES, Agnes. O doente mental na sociedade contemporânea. Tradução Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

PEREIRA, Potyara A. P. Cidadania e (in)justiça social: embates teóricos e possibilidades políticas atuais. In: FREIRE, Lúcia M. B; FREIRE, Silene de M; CASTRO, Alba T. B. de (Orgs.). Serviço social, política social e trabalho: desafios e perspectivas para o século XXI. São Paulo: Cortez; Rio de Janeiro: UERJ, 2006, p.98-116.

ROSA, Lúcia C. dos S. Panorama geral do serviço social na saúde mental no contexto da reforma psiquiátrica/atenção psicossocial. In: ROSA, Lúcia C. dos S. (Org.) Atenção psicossocial e serviço social. Campinas: Papel Social, 2016. p.17-44.

______. Classes sociais, gênero e etnias na saúde mental. Teresina: EDUFPI, 2015.

SANTOS, Wanderley Guilherme dos. Cidadania e justiça: a política social na ordem brasileira. Rio de Janeiro: Campus, 1979.

SILVA, Josué Pereira. Trabalho, cidadania e reconhecimento. São Paulo: Annablume: 2008.

VASCONCELOS, Eduardo M. Reinvenção da cidadania no campo da saúde mental e estratégia política no movimento de usuários. In: VASCONCELOS, Eduardo M. et al (Orgs.) Saúde mental e serviço social: o desafio da subjetividade e da interdisciplinaridade. 5.ed. São Paulo: Cortez, 2010. p.69-96.

_______. Abordagens psicossociais, v.1: história, teoria e prática no campo. 2.ed. São Paulo: Aderaldo & Rothschild, 2009. (Saúde Loucura; v.24).

VIEIRA, Liszt. Notas sobre o conceito de cidadania. BIB – Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais, São Paulo, n.51, p.35-47, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2018.2.29607


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS