O conceito de desemprego e sua medição no século XX / The concept of unemployment and its measurement in the twentieth century

Felicio Oshiro, Rosa Maria Marques

Resumo


Tendo como referencial o entendimento de que o desemprego é uma categoria construída ao longo da história do capitalismo, este artigo procura mostrar a evolução do conceito de desemprego subjacente às estatísticas de desemprego construídas pela Organização Internacional do Trabalho, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos e pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. Também procura evidenciar o risco de reduzir um fenômeno complexo como o desemprego a uma medida estatística. Por fim, sugere que as visões sobre o desemprego não são neutras e representam interesses de forças sociais, merecendo reflexões mesmo quando os índices apontam para um “desemprego baixo”.

Palavras-chave


Desemprego. Precarização dos empregos. Estatísticas de desemprego.

Texto completo:

PDF/A

Referências


BRASIL. Decreto nº 6.481, de 12 de junho de 2008. Regulamenta os artigos 3o, alínea "d", e 4o da Convenção 182 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que trata da proibição das piores formas de trabalho infantil e ação imediata para sua eliminação. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Decreto/D6481.htm.

BRAYN, A. S. A. Trabalho decente: uma avaliação das possibilidades de aplicação do conceito. São Paulo. 2006. 131f. Dissertação (Mestrado em Economia Política) - Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2006.

Castel, R. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. 10.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

_____. As transformações da questão social. In: Desigualdade e a questão social. 4. ed. São Paulo: EDUC, 2013.

DEPARTAMENTO Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE. Sistema PED – Origem da Pesquisa. [s.d.]. Disponível em: http://www.dieese.org.br/analiseped/ped.html. Acesso em: 17 ago. 2014.

FUNDAÇÃO SEADE. Sobre o Seade [on-line]. Disponível em: http://www.seade.gov.br/institucional/quem-somos/. Acesso em 23 jan. 2016.

GAUTIE, J. Da invenção do desemprego à sua desconstrução. Mana, Rio de Janeiro, v. 4, n. 2, out. 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93131998000200003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 12 maio 2014.

HOFFMANN, M.P.; BRANDÃO, S. M. C. Medição de emprego: recomendação da OIT e práticas nacionais. Cadernos do CESIT, Campinas, n. 22, nov. 1996. Campinas: UNICAMP-IE-CESIT, 1996. Disponível em: http://www3.eco.unicamp.br/cesit/images/stories/22CadernosdoCESIT.pdf. Acesso em: 18 ago. 2014.

IBGE. Pesquisa Mensal de Emprego. Rio de Janeiro: 2002. (Série Relatórios Metodológicos, v. 23).

KON, A. Pleno emprego no Brasil: interpretando os conceitos e indicadores. Revista Economia & Tecnologia (RET), abr./jun. 2012. Disponível em: http://www.economiaetecnologia.ufpr.br. Acesso em: 12 maio 2014.

SAUTHIER, I. L. Histoire de la définition du chômage. Courrier des Statistiques, n. 127, p. 5-12, mai-a-oût 2009. Disponível em: http://www.insee.fr/fr/ffc/docs_ffc/cs127b.pdf. Acesso em: 08 ago. 2014.

SEIFE, C. Os números (não) mentem: como a matemática pode ser usada para enganar você. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

TOPALOV, C. A invenção do desemprego: reforma social e moderna relação salarial na Grã-Bretanha, na França e nos Estados Unidos no início do século XX. Dados: Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 33, n. 3, 1990.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2016.2.25347


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS