Mediação de Conflitos de Violência Intrafamiliar Contra Pessoas Idosas: uma proposta não jurídica / Proposed Methodology of Work for The Mediation of Violence Against Elderly People Conflicts: a non-legal proposition

Maria Sueli do Vale, Vicente de Paula Faleiros, Izabel Borges dos Santos, Neuza Moreira de Matos

Resumo


RESUMO – O texto propõe uma metodologia de trabalho para Mediação de Conflito de Violência Intrafamiliar (MCVI) contra pessoas idosas, de forma não jurídica, a ser desenvolvida nas Unidades de Saúde por equipe multiprofissional. Método: pesquisa social qualitativa, com o método da pesquisa ação por meio de estudo piloto. Resultados: a proposta metodológica foi construída por meio do atendimento de dez casos de violência, visando o estabelecimento de passos para nortear os profissionais de saúde, a fim de estabelecer uma rede de parcerias com os cuidadores por meio de propostas concretas de ação de cada integrante da família no intuito de resolver tais conflitos. Conclusões: essa metodologia de MCVI pode ser utilizada na Assistência Básica de Saúde e no Programa Saúde da Família, visto tratar-se de uma metodologia de fácil aplicação, baixo custo, alta resolutividade, exigindo uma equipe profissional restrita envolvida.

Palavras-chave – Idoso. Violência intrafamiliar. Mediação de conflitos.

ABSTRACT – The text propose a methodology for Family Violence Conflict Mediation (MCVI) against elderly people in a non-legal proposition, which will be developed at the Basic Health Units by a multi-professional team. Method: qualitative social research using action research trough a pilot experiment. Results: the methodology was developed via the care of ten cases of violence, aimed to establish the steps to guide health professionals in order to determine a network of partnerships with caregivers through specific action proposals from each member of the family so as to solve such conflicts. Conclusions: this methodology can be used in MCVI Primary Health Care and in the Family Health Program, since it is a methodology with easy application, low cost, high capacity of problem solving and that requires a small team of professionals.

Keywords – Elderly. Domestic violence. Conflict mediation.


Palavras-chave


Idoso. Violência intrafamiliar. Mediação de conflitos

Texto completo:

PDF/A

Referências


AMBROSIO, Eliza Regina. Cuidado e violência – os dois lados da mesma família: uma análise compreensiva do modo de caminhar a vida dos cuidadores de idosos. Tese de Doutorado, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Pós-graduação em Serviço Social, 2012.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2008.

BITTENCURT, Bianca da Rosa. Mediation: an alternative for the conflict resolution in the family right. Revista Jurídica da unifil, Ano V - nº 5. 2008.

BRASIL, Secretaria Especial de Direitos Humanos. Pano de Ação para o Enfrentamento da Violência Contra a Pessoa Idosa. Brasília: Secretaria Especial de direitos Humanos, 2007.

BREITMAN, S. & PORTO, A. C. Mediação Familiar: uma intervenção em busca da paz. Porto Alegre: Criação Humana, 2001.

CACHAPUZ, Rozane da Rosa. Mediação nos Conflitos & Direito de Família. Curitiba. Juruá, 2003.

CALDAS, Célia Pereira, Envelhecimento com dependência: responsabilidades e demandas da família. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro. V. 19, n. 3, p. 773- 781, maio – jun. 2003.

CAMARANO, Ana Amélia (Org.). KANSO, Solange; MELLO, Juliana Leitão e. Como Vive O Idoso Brasileiro? In: CAMARANO, Ana Amélia (Org.). Muito Além dos 60: Os Novos Idosos Brasileiros. Rio de Janeiro, IPEA, 2004.

FALEIROS, Vicente de Paula. Globalização, correlação de forças e serviço social. São Paulo: Cortez, 2013.

FALEIROS, Vicente de Paula. Supervisão na área psicossocial: desafios teórico-práticos. In: FALEIROS, Vicente de Paula. Globalização, correlação de forças e serviço social. São Paulo: Cortez, 2013, p. 128-150.

FALEIROS, Vicente de Paula. Violência contra a pessoa idosa ocorrência, vítimas e agressores. Brasília: Universa, 2007.

FÉRES-CARNEIRO, Terezinha (Org.) Casal e família: transmissão, conflito e violência. São Paulo: Casa do psicólogo, 2013.

FERNANDES, Waldemar José; SVARTMAN, Betty; FERNANDES, Beatriz Silverio (Orgs). Grupos e configurações vinculares. São Paulo: Artmed, 2003.

GALANO, Mônica Haydée. Mediação – uma nova mentalidade. In: Mediação métodos de resolução de controvérsias. Coord. Ângela Aliveira. São Paulo: LTr. n. 1, p. 102-112, 1999.

HELLER, Agnes. O cotidiano e a história. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

KLOCK, Adriana Danke, HECK, Rita Maria & CASARIM, SidneiaTesmer. Cuidado Domiciliar: a Experiência da Residência Multiprofissional em Saúde da Família/ UFPEL- MS/ BID. Texto e contexto enfermagem, abr-jun; v.14, n. 2, p. 237- 245, 2005.

KRUG, E. G et al. World report on violence and health. Geneva, WHO. 2002.

LEME, L. E. G. O Idoso e a família. In: NETTO, M. P. Tratado de Geriatria e Gerontologia, 2ed. rev. e ampl. São Paulo/SP. Atheneu, 2007, p. 217 -223.

MACHADO, Laura & QUEIROZ, Zally V. Negligência e Maus-tratos. In: FREITAS, Elizabete Viana de [et al.]. Negligência e Maus-tratos in Tratado de Geriatria e Gerontologia (Freitas et al.org. ) Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2002.

MULLER, Fernanda Gaudenz, BEIRAS, Adriano & CRUZ, Roberto Moraes. O trabalho do psicólogo na mediação de conflitos familiares: reflexões com base na experiência do serviço de mediação familiar em Santa Catarina. Aletheia, n.26, p.196-209, jul./dez. 2007. Acesso em: 08 de Outubro de 2009.

MUNIZ, Deborah Lídia Lobo. A mediação como facilitadora do acesso à justiça e ao exercício da cidadania. Londrina: Revista Jurídica da Unifil, Ano I, n. 1, 2004.

PAPALÉO-NETTO, Matheus. Tratado de Gerontologia. In: PAPALÉO-NETO, Matheus; KLEIN, Eva Lucila (Org.) Demência e Epidemiologia, Tipos, e Manifestações Clínicas. p. 323-338, Atheneu, São Paulo, 2007.

PINTO, Luiz Roberto Nogueira. Arbitragem: a alternativa premente para descongestionar o poder judiciário. São Paulo: Arte & Ciência, 2002.

ROSENBERG, Marshall B. Dénouer les conflits par la communication NonViolente. Genebra-Bernex: Jouvence, 2006.

ROVINSKI, Sônia Liane Reichert. Dano psíquico em mulheres vitimas de violência. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2004.

SANICOLA, Lia. As dinâmicas de rede e o trabalho social. São Paulo: Veras, 2008.

SANTOS, Silvia Maria Azevedo dos. Idosos, família e cultura: um estudo sobre a construção do papel do cuidador. Campinas, São Paulo. ed. Alínea, 2003.

SCHNITMAN, Dora Fried& LITTLEJOHN, Stephen. Novos paradigmas em mediação. Porto Alegre: ed. Artes Médicas, 1999.

SEQUEIRA, Carlos. Cuidar de idosos com dependência física e mental. Lisboa: Lidel, 2010.

SILVA, Maria Amélia de Souza e. Violência contra crianças- quebrando o pacto do silêncio. In: FERRARI, Dalka C. A. & VECINA, Tereza C. C.(Org.). O fim do silêncio na violência familiar. Teoria e prática- São Paulo. Ágora, 2002, 327 p.

TRILHA, Celita Salmaso; NAKAOSKI, Tatiana & FRANCO, Simone Silveira [et al.] Capacidade funcional de idosos restritos ao domicílio, do conjunto Ruy Virmond Carnascialli. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, Londrina/PR, v. 26, n. 1, p. 37-46, jan/jun. 2005.

WARAT, Luis Alberto. O ofício do mediador. Florianópolis: Habitus, 2001, v.1. n. 1, p. 27-41, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1677-9509.2015.1.18168


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS