Política de acessibilidade universal na sociedade contemporânea - Universal accessibility policy in contemporary society

Humberto Lippo

Resumo


Neste artigo pretendemos apresentar a análise da condição da deficiência numa abordagem que não centralize no sujeito a patologia social. Existem inúmeras barreiras arquitetônicas e do preconceito nas instâncias da sociedade que se constituem como interdição social tornando difícil o acesso das diferenças singulares aos bens sociais. Trabalhamos com o conceito de reconhecimento político das diferenças como um fundamento para dar base a todas as políticas voltadas para a área da deficiência e para a construção de uma política de acessibilidade universal. Estes princípios encontram eco na Convenção Sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência (ONU, 2006), que hoje balizam internacionalmente às políticas na área.


Palavras-chave


Pessoa com Deficiência, Política de Acessibilidade Universal, Diversidade da Condição Humana, Interdições Sociais

Texto completo:

PDF



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Textos & Contextos (Porto Alegre)
eISSN: 1677-9509
DOI: 10.15448/1677-9509
Avaliação do Qualis CAPES - 2016
Área Capes - Serviço Social
Classificação: A2
E-mail: textos@pucrs.br
 
 
Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul
 
 
Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS