Afetividade no processo de ensino-aprendizagem: as contribuições da teoria walloniana

Elvira Cristina Martins Tassoni, Sérgio Antônio da Silva Leite

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir a afetividade nos processos de ensino-aprendizagem, baseando-se na perspectiva walloniana. Apresenta parte dos resultados de uma pesquisa realizada em uma escola privada, de uma cidade do interior de São Paulo. Situações de sala de aula foram videogravadas e utilizou-se o procedimento da autoscopia, que consiste em possibilitar aos alunos a observação do material filmado e gravar, em áudio, os seus comentários sobre as experiências vividas. Os resultados apontam de que forma os acontecimentos da sala de aula, de maneira especial as ações dos professores nas situações de ensino, afetam a aprendizagem dos alunos e a sua relação com os objetos de conhecimento. Os dados demonstraram que as formas de representação da afetividade transformam-se, ao longo do desenvolvimento humano, manifestando-se e nutrindo-se por vias mais refinadas e complexas, conforme sugere a teoria de desenvolvimento de Henri Wallon.

Palavras-chave


Wallon, Afetividade, Ensino-aprendizagem, Práticas pedagógicas, Formação de professores.

Texto completo:

PDF


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS