Formação de Professores para a Diversidade Cultural: realidade ou utopia?

Cláudia Araujo dos Santos

Resumo


O presente estudo partiu do questionamento sobre a exclusão da cultura popular no meio acadêmico-escolar e as possíveis causas dessa exclusão. Constituiu-se em uma pesquisa qualitativa (ALVES-MAZZOTTI & GEWANDSZNAJDER, 1998), mais especificamente, um estudo de cunho etnográfico, baseado na perspectiva intercultural crítica (CANEN, 1997), que busca a valorização da diversidade cultural e o desafio a preconceitos na educação e na formação docente.
Descritores – Formação de Professores; diversidade cultural; multiculturalismo.
ABSTRACT – The present study left of the inquiry on the exclusion of the popular culture in the academic-school middle and the possible causes of that exclusion. It was constituted in a qualitative research (ALVES-MAZZOTTI & GEWANDSZNAJDER, 1998), more specifically, a study of stamp ethnography, based on the perspective critical intercultural (CANEN, 1997), that looks for the valorization of the cultural diversity and the challenge to prejudices in the education and in the educational formation.
Descriptors – Formation of teachers; cultural diversity; multiculturalism.

Palavras-chave


Formação de Professores

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0101-465X | e-ISSN: 1981-2582


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.