O Encontro da professora do Ensino Básico com Alunos da Educação Especial: uma relação (im)possível?

Nara Joyce Vieira

Resumo


Os depoimentos de duas professoras do ensino básico que trabalham com alunos com altas habilidades/superdotados são analisados, considerando as cate-gorias enfocadas na investigação de Glat e Müller (1999), que mostram as representa-ções de Educação Especial e do papel da professora que trabalha com alunos portado-res de deficiência. Conclui-se que, muito embora as modalidades de ensino sejam diversas, os sentimentos mobilizados pelos alunos diferentes entre as professoras são muito semelhantes, pois os mesmos se originam na busca de alternativas para com-preender as singularidades.
Descritores – Educação especial; formação de professores; altas habilidades/ super-dotação.
ABSTRACT – Statements of two female elementary-school teachers who work with those students are examined, considering the categories stated on the Glat and Mül-ler’s investigation (1999), which shows the representations of Special Education and the role of teachers working with disabled students. Conclusions are that, although educational modalities are diverse, the feelings caused by both different students among the teachers are very similar, as they come from the search of alternatives to understand singularities.
Descriptors – Special Education; teachers’ training; high abilities/giftedness.

Palavras-chave


Educação Especial

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0101-465X | e-ISSN: 1981-2582


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.